Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias | Economia

Segundo sorteio mensal da Nota MT conta com mais de 90 mil participantes, estima SEFAZ

Sorteio será realizado na quinta-feira (12), a partir das 15h, com transmissão pelo Facebook

09/09/2019 | 16:18

Assessoria/momentomt/Otavio Ventureli 0011914/MTE/DF

 
      O segundo sorteio mensal da Nota MT terá a participação de 90.395 consumidores que concorrerão aos prêmios de R$ 500 e R$ 10 mil. Ao todo foram gerados 848.585 bilhetes eletrônicos, processados entre os dias 1º e 31 de agosto.
 
     O sorteio será realizado nesta  quinta-feira (12), a partir das 15h, na sede da Secretaria de Fazenda (Sefaz), com transmissão ao vivo pelo Facebook.
 
     Os consumidores concorrem a um total de 1.005 prêmios, sorteados nas segundas quintas-feiras de casa mês. Os prêmios são mil de R$ 500 e cinco de R$ 10 mil, sorteados com base na extração da Loteria Federal do dia 11 de setembro.
 
     Cada prêmio corresponde a um bilhete eletrônico, dessa forma, a mesma pessoa pode ser contemplada mais de uma vez e com mais de um valor. Para conferir os bilhetes, os participantes devem acessar o site ou aplicativo da Nota MT.
 
     Neste segundo sorteio mensal da Nota MT, participam aqueles contribuintes cadastrados e que exigiram o CPF na nota em compras realizadas até o dia 31 de agosto. Caso a pessoa tenha perdido o prazo, é possível se cadastrar no site ou aplicativo e participar dos próximos sorteios.
 
     São realizados, ainda, os sorteios especiais que distribuem cinco prêmios de R$ 50 mil. O primeiro sorteio especial será realizado no dia 19 de setembro e participam todos os bilhetes emitidos desde o início do Programa Nota MT – 17 de junho até o dia 31 de agosto.
 
      Nota MT
 
     O programa Nota MT é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), com o objetivo de estimular a cidadania fiscal e beneficiar entidades filantrópicas que atuam no Estado. A ação visa, ainda, combater a sonegação e a concorrência desleal e aumentar a arrecadação estadual, sem elevação de impostos.
 
     Para isso, os consumidores devem exigir a emissão da nota fiscal com o CPF. Ao emitir a nota fiscal, o estabelecimento comercial registra a venda evitando, assim, que o imposto seja declarado e recolhido com um valor inferior. Dessa forma, o consumidor passa a ser um agente fiscalizador, garantindo que o tributo, embutido nos preços das mercadorias, seja devidamente recolhido. 
        
     Em caso de dúvidas, o consumidor pode entrar em contato com o Call Center da Sefaz (Plantão Fiscal), pelo telefone (65) 3617-2900.
 
Sitevip Internet