Domingo, 22 de Setembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias | Polícia

Operação Líber Pater da Delegacia Fazendária atinge 12 Municipios de MT e um de TO

Segundo informações 4 milhões de reais foram sonegados por quadrilhas

23/08/2019 | 08:29 - Atualizada em 23/08/2019 | 08:35

olhardireto/momentomt/Otavio Ventureli 0011914/MTE/DF

 
    A Delegacia Fazendária (Defaz-MT) cumpre, na manhã desta sexta-feira (23), 11 mandados de prisão e 37 de busca e apreensão contra acusados sonegação no Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços(ICNS).
 
    As primeiras informações apontam que contadores seriam alvos da ação em várias Cidades do Estado.  A Secretaria de Fazenda (Sefaz) atua em conjunto.

    Os mandados foram expedidos para cumprimento em 13 cidades de Mato Grosso e 1 cidade do Estado de Tocantins, sendo elas:  Cuiabá, Várzea Grande, Pontes e Lacerda, Comodoro, Jauru, Cáceres, Mirassol D’oeste, São José dos Quatro Marcos, Figueirópolis D’Oeste, Tangará da Serra, Campo Novo dos Parecis, Primavera do Leste, Juína e Palmas (TO).

    A operação conjunta conta com a participação de 154 servidores públicos. São  25 delegados, 75 investigadores, 25 escrivães, que atuam na Delegacia Fazendária e outras unidades da Diretoria de Atividades Especiais como Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Delegacia do Meio Ambiente (Dema), e ainda de delegacias da Diretoria do Interior, das cidades com ordens expedidas.

    A Secretaria de Fazenda empregou 17 Agentes de Tributos Estaduais e 12 Fiscais de Tributos Estaduais na operação.

    Nome

    Líber Pater remete a Roma antiga, onde havia o culto a Liber Pater (“pai livre”), considerado o deus da viticultura, fertilidade e liberdade. Além de liberdade, o termo Liber também remete à libação, ao ritual de oferecer uma bebida e beber por prazer.
 
    Segundo a lenda, Liber Pater foi quem mandou o pastor Estáfilo, filho do deus Dionísio, enviar as uvas para o rei, chamado Oinos, e também teria ensinado o monarca a extrair o sumo e, dessa forma, criar a bebida à qual ele deu seu nome.
 
Sitevip Internet