Sábado, 17 de Agosto de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias | Polícia

Tensão, medo, corre-corre e gritaria tomam conta da Penitenciária Central do Estado em Cuiabá

Tudo devido a determinadas medidas de punição adotadas pela Segurança Pública

14/08/2019 | 06:53

rdnews/momentomt/Otavio Ventureli 0011914/MTE/DF

 
        O  clima é de tensão, corre-corre e gritaria na porta da Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá,  (PCE), onde familiares de presos aguardam notícias sobre a operação contínua contra o crime organizado desencadeada pelo Sistema Penitenciário na manhã da última segunda-feira(12), dentro da unidade prisional. Há 24h que a aglomeração só aumenta.
 
        Em vídeo gravado na manhã de desta terça-feira(13), parentes reclamam de policiais que estariam saindo da PCE e, para abrir caminho, espirraram spray de pimenta em mulheres e crianças e jogaram viatura na direção das pessoas, que correm para o portão da frente toda vez que se abre, querendo saber sobre o estado de saúde de seus parentes.
 
       O movimento de entra e sai na PCE no entanto tem sido raro deste ontem, já que nem mesmo advogados estão autorizados a entrar. O momento é de atenção absoluta, inclusive por causa dos ânimos acirrados.
 
        A informação é que se trata de uma operação para retirada de regalias das celas e bater duro contra criminosos que não param de delinquir mesmo reclusos. Em 30 dias, vão ficar sem energia elétrica, visitas e mercadinho.
 
       Banho de sol somente no raio. É uma resposta à morte do agente Elisson Douglas, executado em junho deste ano em Lucas. Em carta, presos afirm que Elisson foi executado porque espancou um preso.
 
Sitevip Internet