Sábado, 17 de Agosto de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias | Esporte

Antes unanimidade e cobiçado, goleiro Vanderlei tem quase 70 dias na reserva do Santos

São Paulo tentou contratar o goleiro antes de fechar com Tiago Volpi e reencontrará Everson, revelado em Cotia

08/08/2019 | 17:20

ge/momentomt/Otavio Ventureli 0011914/MTE/DF

      Desde o dia 2 de junho deste ano, o goleiro Vanderlei, do  Santos, tem visto os jogos de um lugar que não costumava: o banco de reservas. E assim deve ser novamente neste sábado(10), às 17h (de Brasília), no Morumbi, no clássico contra o São Paulo, clube que tentou contratá-lo no ano passado.
 
      Se for reserva no San-São, cenário mais provável, já que perdeu a posição para Everson e hoje é reserva do técnico Jorge Sampaoli, Vanderlei completará 69 dias sem um minuto sequer em campo.
 
      Vanderlei foi unanimidade no Santos desde sua contratação, lá em 2015. O período de hegemonia durou até este ano, quando passou a ter uma "sombra". Em 2018, o São Paulo viu a possibilidade de tirar o jogador do Peixe. Na época, Sidão vinha de inúmeras críticas, e o reserva Jean não era uma unanimidade.
 
      As negociações entre São Paulo e Santos não avançaram, Vanderlei permaneceu no Santos e ganhou a concorrência de Everson, contratado a pedido de Sampaoli. Desde então, o camisa 1 foi perdendo espaço aos poucos.
 
      Vanderlei atuou pelo  Santos em 23 partidas nesta temporada. Ele iniciou o ano como titular e revezando com Everson entre as competições. Depois das eliminações do Peixe na Sul-Americana e na Copa do Brasil, virou reserva.
 
      Aos 35 anos, Vanderlei recebe um dos maiores salários do elenco do Santos e tem contrato até o fim de 2020.
 
      O São Paulo, então, "esqueceu" Vanderlei após contratar Tiago Volpi por empréstimo até o final deste ano. O goleiro é titular absoluto do técnico Cuca e fez o Tricolor espantar a sina de goleiros inseguros depois da aposentadoria de Rogério Ceni.
 
Sitevip Internet